Portal da Transparência passa a divulgar emendas parlamentares
Sexta, 24 de maio de 201924/5/2019
(61) 99814-9639
cadastro
POLíTICA
Portal da Transparência passa a divulgar emendas parlamentares
Consulta com os dados foi colocada na plataforma para atender a uma demanda do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios
Ronaldo Martins Riacho FM - DF
Postada em 02/04/2018 ás 13h30
Portal da Transparência passa a divulgar emendas parlamentares

Em atendimento a uma demanda do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), o Portal da Transparência passa a abrigar a partir desta segunda-feira (2) informações de todas as emendas parlamentares dos deputados distritais em exercício.


A busca foi organizada pela Controladoria-Geral do DF. Segundo o controlador-geral, Henrique Ziller, o cidadão poderá ver todos os programas em que o deputado eleito por ele investiu dinheiro.


“Eu posso fazer a consulta por ano e por parlamentar. Então, posso ver todas as emendas de um distrital em 2017 com valor aprovado no orçamento, o que foi liquidado e o que foi pago”, explicou Ziller.


Além desses dados a busca oferece o nome da pessoa física ou jurídica que recebeu o dinheiro.


Portal da Transparência divulga gastos e arrecadação desde 2016
Reformulado em dezembro de 2016, o Portal da Transparência passou a apresentar os gastos e a arrecadação da administração pública, a situação de cada administração regional.


Depois do lançamento, o portal começou a divulgar informações de comitês e conselhos em parceria com a Casa Civil e salários de todos os servidores do governo local, inclusive de empresas estatais.


EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA

FONTE: Agência Brasilia
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: