Contratados 495 novos profissionais de saúde para o Iges-DF
Terça, 22 de outubro de 201922/10/2019
(61) 99814-9639
PI 4013
CIDADES
Contratados 495 novos profissionais de saúde para o Iges-DF
Durante a solenidade de tomada de posse, vice-governador Paco Britto destacou o empenho do GDF no compromisso com a qualidade da saúde pública
Jander Brasilia - DF
Postada em 13/06/2019 ás 09h21 - atualizada em 15/06/2019 ás 09h21
Contratados 495 novos profissionais de saúde para o Iges-DF

Durante a solenidade de posse dos novos 495 contratados do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges/DF), na manhã desta quinta-feira (13), no auditório da Câmara Legislativa do DF (CLDF), o vice-governador Paco Britto declarou que “não há limite” para a determinação do governo Ibaneis na retomada do crescimento e da qualidade da saúde pública. Ele aproveitou para anunciar a previsão de contratação de mais 3 mil profissionais da área, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.


Paco Britto pediu “garra” aos novos colaboradores. “Vocês estão entrando no maior desafio do Distrito Federal”, disse, dirigindo-se aos novos contratados. “Hoje, estamos em uma fase de recuperação, graças à determinação do governo e da Câmara Legislativa”, alertou, acrescentando que o Iges-DF tem sido importante na luta diária pela excelência na saúde pública.


O evento foi conduzido pelo presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente, que noticiou o cancelamento do processo de compra de cinco veículos oficiais para utilizar os R$ 450 mil destinados a essa aquisição como crédito para compra de remédios por parte do Iges-DF. Ele garantiu que agilizará a descentralização de alguns outros recursos para um novo aporte, a fim de investir em medicações.


Também estiveram presentes à solenidade o diretor-presidente e a vice-presidente do Iges-DF, respectivamente Francisco Araújo e Janaína Miranda; a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Renata Soares Rainha; o diretor-geral de atendimento do Hospital de Base, Júlio César Júnior; o secretário de Relações Institucionais, Vitor Paulo; e os deputados distritais Hermeto e Arlete Sampaio.


Avanços


Francisco Araújo ressaltou as dificuldades iniciais e os avanços no sistema de Saúde. “Não somos mágicos. Não temos como fazer o que tem que ser feito do dia para noite. São muitos esforços”, observou. Assim como ele, os representantes do setor presentes ao evento pediram aos novos colaboradores que tratassem os pacientes com humanização e dignidade. A união do instituto e da secretaria também foi outro ponto citado como fundamental para resgatar a Saúde.


A deputada Arlete Sampaio, que é médica sanitarista, fez questão de parabenizar esta iniciativa GDF em ampliar o quadro de colaboradores. “Sou de oposição, mas reconheço que isso é fundamental”, ressaltou. “É muito importante essa contratação. Eu aplaudo e espero que o povo sofra menos e que a saúde volte a ser de qualidade no DF.”


Ao final da solenidade, o vice-governador e demais componentes da mesa foram convidados a entregar, simbolicamente, os crachás funcionais a três colaboradores que fazem parte do novo efetivo contratado para atuar no Iges-DF.


Modelo


Um grande complexo hospitalar, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal é considerado um modelo inovador para a gestão da saúde pública do Distrito Federal. De sua estrutura fazem parte os hospitais de Base e Santa Maria, além de seis unidades de pronto atendimento (UPAs). Com a extensão do convênio, as seis UPAs foram reformadas e equipadas, passando a contar com equipes completas de médicos, enfermeiros e técnicos – o que, segundo Paco Britto, “não acontecia há pelo menos cinco anos”.


Segundo o vice-governador, o Hospital de Santa Maria já foi abastecido de medicamentos e insumos básicos, além de ter equipamentos recuperados e leitos reativados. “[O hospital] também vai passar por algumas obras e receber 151 profissionais novos para reforçar a equipe”, informou. Paco disse também que o governo está recompondo as equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBS), visando a um atendimento mais rápido e acessível para os pacientes em estado menos grave. “O nosso governo já está negociando com o Ministério da Saúde na abertura de mais seis UPAs. Vamos reformar os hospitais da rede pública, chamar concursados e realizar concursos”, destacou.


Cerca de 44 mil candidatos se inscreveram para o processo seletivo, que ainda se encontra em curso e é destinado à contratação de cargos prioritários, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Das 2,4 mil vagas divulgadas, foram preenchidas, até o momento, aproximadamente 600.

FONTE: LUCÍOLA BARBOSA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Mais lidas do mês

Publicidade

Enquete
O Quê Cidade Precisa

+ Comércios
23 votos - 34.8%

+ Comunicação
16 votos - 24.2%

Outros
16 votos - 24.2%

+ Promoções
10 votos - 15.2%

+ Shopping Center
1 voto - 1.5%